quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Pelo amor de uma filha


Você sabe o que é ser filha de um alcoólatra, você sabe?
Você sabe o que é viver diariamente assustada com o temor de sentir o cheiro de bebida ao se aproximar do seu pai e dizer, não, não foi dessa vez. Hoje ele veio pra casa sóbrio?
Você sabe o que é escutar da sua mãe, seu pai bebeu e a partir daí saber que o inferno voltou ao seu lar?
Você sabe o que é ser apenas uma garotinha, ter apenas não mais do que cinco, seis, sete, oito anos e sua mãe mandar você ir chamar seu pai na esquina, no bar, porque a você ele atende?
Você sabe o que é fazer mais de 20 anos de terapia e ainda assim continuar sentindo medo? Continuar se achando uma pessoa horrível? Continuar achando que você errou a sua vida inteira? Continuar sentindo vergonha de si mesma? Continuar sentindo pena de si mesma?
Você sabe?

Recife, 12 de novembro de 2014. À 1:15 hs da madruga. Depois de ver na TV especial sobre Demi Lovato, cantora, menina de 22 anos, filha de alcoólatra , usuária de drogas e com transtorno bipolar e ouvir  a música que fez para o seu pai For the love of a daughter.

Ps. Hoje, 25 de março de 2015, choro quando releio o desabafo acima e escuto a música e lembro da minha história e da história da Demi Lovato. Amei e ainda amo o meu pai com um amor incondicional e tivemos a felicidade de conseguir com que parasse de beber através dos Alcoólatras Anônimos e isso pouco antes do meu filho e seu primeiro neto nascer. Ele era um homem menino, ele era um ser maravilhoso e todos o amavam muito, família e amigos. Ele foi uma das grandes vítimas dessa doença que precisa ser tratada e muito compreendida ainda.
Este post vai em homenagem e solidariedade a todas as famílias afetadas pelo alcoolismo que, sim, é uma doença das mais tristes e talvez a que mais destrói identidades.



Four years old
With my back to the door
All I could hear
Was the family war

Your selfish hands
Always expecting more
Am I your child
Or just a charity award

You have a hollowed out heart
But it's heavy in your chest
I've tried so hard to fight it but it's hopeless
Hopeless (hopeless)
You're hopeless

Oh father
Please, father
I'd love to leave you alone
But I can't let you go
Oh father
Please, father
Put the bottle down
For the love of a daughter

It's been five years
Since we've spoken last
And you can't take back
What we never had
Oh I can be manipulated
Only so many times
Before even "I love you"
Starts to feel like a lie

You have a hollowed out heart
But it's heavy in your chest
I've tried so hard to fight it but it's hopeless
Hopeless (hopeless)
You're hopeless

Oh father
Please, father
I'd love to leave you alone
But I can't let you go
Oh father
Please, father
Put the bottle down
For the love of a daughter

Don't you remember
I'm your baby girl?
How could you push me
Out of your world?
Lied to your flesh and your blood!
Put your hands on the ones
That you swore you loved!

Don't you remember
I'm your baby girl?
How could you throw me
Right out of your world
So young when the pain had begun
Now forever afraid of being loved

Oh father
Please, father
I'd love to leave you alone
But I can't let you go
Oh father
Please, father

Oh father
Please, father
Put the bottle down
For the love of a daughter
For the love of a daughter

Pelo Amor De Uma Filha
Quatro anos de idade
Com minhas costas na porta
Tudo o que eu conseguia ouvir
Era a guerra da família

Suas mãos egoístas
Sempre esperando mais
Sou sua filha
Ou apenas um prêmio de caridade?

Você tem um coração oco
Mas é pesado em seu peito
Eu tento tanto lutar mas não tem jeito
Não tem jeito (não tem jeito)
Você não tem jeito

Oh pai
Por favor, pai
Eu adoraria te deixar sozinho
Mas não consigo te deixar partir
Oh pai
Por favor, pai
Coloque a garrafa de lado
Pelo amor de uma filha

Já faz cinco anos
Desde que nos falamos pela última vez
Você não consegue retirar
O que nunca tivemos
Oh posso ser manipulada
Apenas várias vezes
Antes mesmo de um "eu te amo"
Começou a soar como uma mentira

Você tem um coração oco
Mas é pesado em seu peito
Eu tento tanto lutar mas não tem jeito
Não tem jeito (não tem jeito)
Você não tem jeito

Oh pai
Por favor, pai
Eu adoraria te deixar sozinho
Mas não consigo te deixar partir
Oh pai
Por favor, pai
Coloque a garrafa de lado
Pelo amor de uma filha

Você não se lembra?
Eu sou sua garotinha
Como pôde me empurrar
Para fora do seu mundo?
A luz da sua lanterna e do seu sangue
Colocou sua mão naqueles
Que você jurou amar

Você não se lembra?
Eu sou sua garotinha
Como pôde me jogar
Para fora do seu mundo?
Tão jovem quando a dor começou
Agora para sempre com medo de ser amada

Oh pai
Por favor, pai
Eu adoraria te deixar sozinho
Mas não consigo te deixar partir
Oh pai
Por favor, pai

Oh pai
Por favor, pai
Coloque a garrafa de lado
Pelo amor de uma filha
Pelo amor de uma filha



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário. Os comentários serão previamente moderados.